Rei-chan e Ran-Ran

okami-amaterasu-bitchez:

【MMDうたプリ】チルドレンレコード【蘭丸誕】by Arino MMD

Happy Birthday, Ranmaru!

“Eu amo os milhares de sorrisos que você tem, e toda paz que eles transmitem ao meu coração. Eu amo tuas risadas, tuas piadas sem graça e tuas tentativas de me tirar do sério. Eu amo a tua cara enciumado, o bico que você faz quando fica emburrado ou pedindo beijo. Eu amo quando você pára e fica me olhando em silêncio, e quando você me deita sobre teu peito e me faz carinho. Quando você entrelaça tuas mãos nas minhas e segura forte como quem não quer soltar. E sei que não vai… Eu amo quando te vejo chegando no portão para me buscar. E o teu abraço apertado, que encaixa os nossos corações como duas peças de um quebra-cabeça. Eu amo acordar com o teu “bom dia” e “eu te amo”. Eu amo chegar no final do dia e receber um telefonema seu, e passar horas contando como foi o dia um do outro, dividindo histórias e segredos. Eu amo quando você concorda quando eu digo que somos melhores juntos. E amo ouvir de você planos e sonhos de uma vida à dois. Eu amo ser tua. E amo te sentir meu. Te saber meu. Cada parte de você. Tudo em você… Eu amo. Eu te amo. Para sempre.”
Eu te amo, Caio Fernando Abreu. (via a-bandonadaporvoce)
“Te prometo cada batida do meu coração.”
Oriente. (via vidamelife)
“Nunca gostei de ter sentimentos. Dói.”
Félix.  (via conjuntas)

(Fonte: legitimei, via conjuntas)

“Me mandaram ir atrás da minha felicidade.
E eu fiquei me perguntando onde você estava.”
Apagou.  (via conjuntas)

(Fonte: apagou, via conjuntas)

“Tantas vezes segurei uma lágrima, porque eu sabia que se ela caísse, todas as outras viriam logo em seguida.”
Allax Garcia.   (via conjuntas)

(Fonte: allaxg, via conjuntas)

“Só pra não perder o costume, hoje amei você mais um milhão de vezes.”
Alugue Felicidade.    (via conjuntas)

(Fonte: aluguefelicidade, via conjuntas)

“E hoje eu pude te reencontrar, naquele disco que você me deu de presente no verão, lendo aquelas mensagens antigas onde você dizia que o nosso amor seria um pequeno infinito, te reencontrei naquele canto do quarto onde você gostava de passar as noites junto comigo, naquele livro na estante que você não terminou de ler, naquele filme que você assistia em dias chuvosos, te reencontrei no cheiros das flores, e nossos momentos revivi todos eles quando pudi sentir o vento tocar meu corpo inteiro, pude sentir você bem ao meu lado, quando cai em lagrimas, quando minha alma se desabou. Hoje eu te reencontrei novamente, quando deitei em minha cama, e sonhei com você mais uma vez.”
Cartas de um velhor amor.   (via conjuntas)

(Fonte: borbulhais, via conjuntas)

“O tempo não faz esquecer, ele só ensina a aceitar a ausência.”
— Glacinata. (via conjuntas)

(Fonte: glacinata, via conjuntas)